A abelha-sanharó é uma abelha nativa do Brasil, conhecida pela sua cor preta brilhante e características peculiares. Pertencente à família Apidae, essa espécie desempenha um papel fundamental na polinização de diversas plantas. Além disso, possui sinônimos como “abelha-preta” e “abelha-panema”. Saiba mais sobre essa fascinante criatura em nosso artigo.

Descubra os sinônimos, significados e curiosidades sobre a palavra ‘abelha-sanharó’ na língua portuguesa!

Abelha-sanharó: sinônimos, significados e curiosidades

A palavra “abelha-sanharó” é um termo que se origina da língua portuguesa e possui um significado específico na cultura nordestina do Brasil. É composta por duas palavras: “abelha”, referindo-se ao inseto conhecido por sua produção de mel, e “sanharó”, que significa pequeno.

Sinônimos: Embora seja um termo regional, não existem sinônimos exatos para “abelha-sanharó”. No entanto, pode-se utilizar alternativas como “abelhinha” ou “abelha pequena” para transmitir a ideia de maneira similar.

Significado: “Abelha-sanharó” é empregada para descrever uma espécie particular de abelha encontrada no Nordeste do Brasil, que se diferencia das demais pelo seu tamanho reduzido. Essa designação é utilizada principalmente pelos agricultores e apicultores locais.

Curiosidades: A abelha-sanharó é uma espécie muito comum na região nordeste do Brasil, conhecida por ter um tamanho menor se comparada às outras abelhas. Apesar de ser menor, ela também tem seu papel importante na polinização das flores e na produção de mel. Acredita-se que seu tamanho reduzido permita uma maior agilidade e facilidade para acessar áreas de difícil alcance nas flores.

Classe gramatical e separação silábica: A palavra “abelha-sanharó” é um substantivo feminino (a abelha-sanharó) e sua separação silábica é a-be-lha-san-ha-ró.

Tipo do verbo: “abelha-sanharó” não é um verbo, mas sim um substantivo.

Conjugação do verbo: N/A (Não aplicável)

Definição do tempo verbal da palavra: N/A (Não aplicável)

Em resumo, “abelha-sanharó” é um termo regional utilizado no Nordeste do Brasil para descrever uma espécie de abelha menor em tamanho. Apesar de seu pequeno porte, essa abelha desempenha um papel importante na polinização das flores e na produção de mel.

Perguntas Frequentes

Sinônimos para abelha-sanharó: abelha-mandioca, abelha-marmota, abelha-carapálida.

Sinônimos para abelha-sanharó: abelha-mandioca, abelha-marmota, abelha-carapálida.

No contexto de Sinônimos, Significados de Palavras, Lingua Portuguesa, essas palavras podem ser utilizadas como sinônimos para abelha-sanharó. Cada uma delas representa uma variação regional ou dialetal do termo principal.

– A abelha-mandioca é assim chamada devido ao seu hábito de se alimentar principalmente do néctar das flores da mandioca.

– A abelha-marmota recebe esse nome por lembrar visualmente o animal marmota em seu formato ou comportamento.

– A abelha-carapálida é caracterizada pela sua coloração mais clara ou pálida em comparação com outras abelhas.

Esses sinônimos podem variar de acordo com a região ou o contexto em que são utilizados. É importante estar ciente disso ao utilizar essas palavras em seus textos ou conversas.

Significado da palavra abelha-sanharó: nome popular dado a uma espécie de abelha encontrada principalmente na região do Nordeste do Brasil, caracterizada por ter o abdômen amarelado e peludo.

O termo “abelha-sanharó” é um nome popular dado a uma espécie específica de abelha encontrada principalmente na região do Nordeste do Brasil. Essa abelha se destaca por ter o abdômen amarelado e peludo. Vale ressaltar que “sanharó” é uma palavra regional, típica dessa região, e não possui um significado específico além de ser um termo usado para se referir a essa espécie de abelha em particular.

Informação interessante sobre abelha-sanharó: o termo “sanharó” é de origem tupi e significa “abelha que come podridão”, uma referência ao hábito dessa espécie de se alimentar de restos vegetais e animais em decomposição.

Informação interessante sobre abelha-sanharó: o termo “sanharó” é de origem tupi e significa “abelha que come podridão“, uma referência ao hábito dessa espécie de se alimentar de restos vegetais e animais em decomposição.

Em suma, o estudo da palavra “abelha-sanharó” nos revela a riqueza e complexidade da língua portuguesa. Ao explorarmos seus sinônimos, significados e outras informações pertinentes, somos levados a compreender a variedade de expressões que podemos utilizar para nos referirmos a esse inseto. Através da pesquisa, descobrimos que “abelha-sanharó” é também conhecida como “melífluo” e “abelha-melíflua”, denotando sua habilidade em produzir mel. Além disso, aprendemos que a palavra “sanharó” deriva do tupi antigo e representa a ideia de algo pequeno ou insignificante. Portanto, ao analisarmos profundamente essa palavra, percebemos que ela engloba um conjunto de características e significados que enriquecem nosso vocabulário e compreensão da língua portuguesa. Com isso, concluímos que é essencial continuarmos explorando e aprendendo sobre as palavras que compõem o nosso idioma, pois cada uma delas possui uma história e um conjunto de nuances que contribuem para a nossa comunicação eficaz e enriquecedora.