Os alecrins-da-praia são plantas típicas de áreas costeiras e possuem propriedades medicinais. Essas plantas, pertencentes à família das labiadas, são conhecidas por suas folhas aromáticas e pequenas flores lilases. Com sínônimos como “erva-cidreira-marítima” e “saladina”, os alecrins-da-praia também podem ser usados para infusões e banhos terapêuticos.

Descubra os sinônimos, significados e curiosidades dos alecrins-da-praia na língua portuguesa!

Alecrins-da-praia: os sinônimos para essa palavra são “roseiras-bravas”, “roselhas-da-praia” e “tamariscos-da-praia”. Trata-se de um arbusto que possui características adaptadas para viver em ambientes costeiros, como praias e dunas.

A palavra “alecrim-da-praia” é formada por uma junção do nome popular “alecrim” com o adjetivo “da praia”, indicando sua localização específica. O termo é usado para descrever diferentes espécies de plantas nativas de regiões litorâneas.

Significado: Os alecrins-da-praia são plantas de pequeno porte, com folhas finas e flores brancas ou rosa pálido. Elas têm a capacidade de se adaptar a solos pobres em nutrientes e salinos, sendo muito resistentes às condições adversas do litoral.

Esses arbustos são importantes na fixação das dunas, ajudando a evitar a erosão das praias. Além disso, eles também fornecem abrigo e alimento para diversas espécies de animais, como aves marinhas e insetos.

Curiosidades: O alecrim-da-praia pertence à família das Plumbaginaceae e está relacionado ao alecrim comum (Rosmarinus officinalis), usado na culinária e conhecido por suas propriedades medicinais.

No entanto, apesar do nome semelhante, o alecrim-da-praia não deve ser confundido com o alecrim comestível. São plantas distintas, com propriedades e usos diferentes.

Classe gramatical: Substantivo masculino (plural: alecrins-da-praia).
Separação silábica: a-le-crins-da-prai-a.
Tipo do verbo: Verbo inexistente (nome de planta).
Conjugação do verbo: Não se aplica.

Em resumo, os alecrins-da-praia são arbustos que crescem em ambientes litorâneos, desempenhando um papel importante na preservação das praias e fornecendo habitat para várias espécies. Sua adaptabilidade às condições adversas do litoral e seu valor ecológico fazem deles uma planta interessante de se conhecer.

Perguntas Frequentes

Sinônimos: alecrim-de-praia, alecrim-do-mar, rosa-de-praia.
Significados: planta arbustiva típica de áreas litorâneas, que se desenvolve em solos arenosos e salinos. Possui folhas verdes e aromáticas, que são utilizadas na culinária e na produção de cosméticos e produtos medicinais.
Origem da palavra: o termo “alecrim-da-praia” deriva do latim “rosmarinus” (rosa marinha), fazendo referência à localização em que a planta cresce.
Classe gramatical: substantivo masculino.
Separacão silábica: a-le-crins-da-prai-a.
Tipo de verbo: não se aplica.
Conjugação do verbo: não se aplica.
Definição do tempo verbal: não se aplica.

Sinônimos: alecrim-de-praia, alecrim-do-mar, rosa-de-praia.
Significados: planta arbustiva típica de áreas litorâneas, que se desenvolve em solos arenosos e salinos. Possui folhas verdes e aromáticas, que são utilizadas na culinária e na produção de cosméticos e produtos medicinais.
Origem da palavra: o termo “alecrim-da-praia” deriva do latim “rosmarinus” (rosa marinha), fazendo referência à localização em que a planta cresce.
Classe gramatical: substantivo masculino.
Separação silábica: a-le-crins-da-prai-a.
Tipo de verbo: não se aplica.
Conjugação do verbo: não se aplica.
Definição do tempo verbal: não se aplica.

Sinônimos: alecrim-bastardo, alecrim-do-mato, alecrim-silvestre.
Significados: planta aromática de porte arbustivo, que cresce em áreas de vegetação natural ou silvestre. Suas folhas possuem aroma semelhante ao alecrim comum, mas com características distintas de sabor.
Origem da palavra: o termo “alecrim-da-praia” deriva do latim “rosmarinus bastardo”, fazendo referência à semelhança com o alecrim comum.
Classe gramatical: substantivo masculino.
Separacão silábica: a-le-crins-da-prai-a.
Tipo de verbo: não se aplica.
Conjugação do verbo: não se aplica.
Definição do tempo verbal: não se aplica.

Sinônimos: alecrim-bastardo, alecrim-do-mato, alecrim-silvestre.
Significados: planta aromática de porte arbustivo, que cresce em áreas de vegetação natural ou silvestre. Suas folhas possuem aroma semelhante ao alecrim comum, mas com características distintas de sabor.
Origem da palavra: o termo “alecrim-da-praia” deriva do latim “rosmarinus bastardo”, fazendo referência à semelhança com o alecrim comum.
Classe gramatical: substantivo masculino.
Separação silábica: a-le-crins-da-prai-a.
Tipo de verbo: não se aplica.
Conjugação do verbo: não se aplica.
Definição do tempo verbal: não se aplica.

Sinônimos: alecrim-verde, alecrim-baiano, alecrim-de-cheiro.
Significados: erva aromática semelhante ao alecrim comum, utilizada na culinária para temperar diversos pratos. Também possui propriedades medicinais, sendo utilizada em chás e infusões para aliviar problemas digestivos e respiratórios.
Origem da palavra: o termo “alecrim-da-praia” faz referência à semelhança com o alecrim comum, mas com características específicas de aroma.
Classe gramatical: substantivo masculino.
Separacão silábica: a-le-crins-da-prai-a.
Tipo de verbo: não se aplica.
Conjugação do verbo: não se aplica.
Definição do tempo verbal: não se aplica.

Sinônimos: alecrim-verde, alecrim-baiano, alecrim-de-cheiro.
Significados: erva aromática semelhante ao alecrim comum, utilizada na culinária para temperar diversos pratos. Também possui propriedades medicinais, sendo utilizada em chás e infusões para aliviar problemas digestivos e respiratórios.
Origem da palavra: o termo “alecrim-da-praia” faz referência à semelhança com o alecrim comum, mas com características específicas de aroma.
Classe gramatical: substantivo masculino.
Separação silábica: a-le-crins-da-prai-a.
Tipo de verbo: não se aplica.
Conjugação do verbo: não se aplica.
Definição do tempo verbal: não se aplica.

Em suma, ao explorarmos os alecrins-da-praia no contexto dos sinônimos, significados de palavras e da língua portuguesa, percebemos a riqueza e a complexidade da nossa língua. Com sua diversidade de significados, antônimos, informações etimológicas e curiosidades, essas plantas nos proporcionam um vasto leque de possibilidades linguísticas e conhecimento sobre o nosso idioma.

Com suas folhas perfumadas e propriedades medicinais, os alecrins-da-praia também nos ensinam sobre a relação entre a natureza e a linguagem, mostrando como alguns termos podem ser enriquecidos por meio de referências botânicas. Através dessa exploração minuciosa, podemos aprimorar nossa comunicação, expandir nosso vocabulário e entender melhor as nuances da língua portuguesa.

Portanto, ao pesquisarmos sobre os alecrins-da-praia e suas diversas facetas, reafirmamos a importância de valorizar e estudar constantemente a língua que falamos. Essa busca pelo conhecimento linguístico nos permite descobrir novos horizontes, enriquecer nossa expressão verbal e compreender melhor o mundo ao nosso redor. Vamos aproveitar todas as oportunidades para explorar ainda mais os tesouros escondidos em cada palavra e enriquecer nosso repertório linguístico.